Pastore Car Collection

ver filtros
Categorias
Fabricante
Ano
Opcionais

GM Opala Comodoro 4100

Cancelar oferta

Oferta para o veículo Opala Comodoro 4100 1980

Cancelar compartilhamento

GM Opala Comodoro 4100

  • Informações Gerais

    Marca: GM
    Modelo: Opala Comodoro 4100
    Ano Fabricação/Ano Modelo: 1980/1980
    Cor: Branco Everest
    Portas: 2
    Quilometragem: 123.370
    Dimensões - Comp./Largura/Altura (mm): 4708/1766/1365
    Ocupantes: 5
    Valor: R$ 120.000,00

  • Mecânica e Segurança

    Combustível: Gasolina
    Motor: 4.1L - 6 cilindros
    Potência: 171 CV
    Velocidade Máxima: 190 km/h
    Câmbio: Manual - 4 velocidades
    Tração: Traseira
    Aceleração 0-100km/h: 11,3 segundos
    Freios: Disco Dianteiro e Tambor Traseiro
    Rodas: Liga Leve R14
    Direção Hidráulica: Sim

  • Acessórios/Opcionais

    Faróis: CIBIÉ
    Sistema de Som: Rádio AM/FM + Toca-fitas

  • Informações Extra

    País de Origem: Brasil

ATENÇÃO! Devido a grande rotatividade em nosso estoque, se faz necessário a consulta diretamente em nossa loja para certificar de que o veículo ainda se encontra sob nossos cuidados. O valor do anúncio deve ser confirmado, pois o mesmo pode ter sido ajustado em nossa loja e ainda não ter sido modificado neste site. Obrigado pela compreensão. Pastore Car Collection.

Observações

Chevrolet Opala 1980/1980 na cor Branco Everest. Veículo em ótimo estado, de plaqueta Comodoro 6 cilindros 4100. Além disso conta com o conforto da direção hidráulica e o charmoso teto de vinil Las Vegas. Os faróis dianteiros são CIBIÉ, assim como estepe e rodas originais GM. Por fim, o para-brisa ainda ostenta o logo GM.

Motor 4.1 Litros (4093 cm³) de 6 cilindros em linha com 171 cv a 4.800 RPM e 32,5kgfm de torque a 2.600 RPM.

A Companhia Geral de Motores do Brasil, posteriormente chamada de General Motors do Brasil, dava início ao projeto 676 . O anúncio foi feito no final de 1966, no Clube Atlético Paulistano, na presença de autoridades e da imprensa.

Dois anos depois, durante a abertura do VI Salão do Automóvel, ocorrido entre os dias 23 de novembro e 8 de dezembro de 1968, já realizado no palácio de exposições do Anhembi , em São Paulo, o Opala, depois de dois anos de testes exaustivos, finalmente era desvendado para os brasileiros. O carro realmente foi alvo da imprensa e de muitos curiosos.

O Opala tinha a mesma carroceria do Opel Rekord C (cuja marca de origem alemã era o braço direito da matriz General Motors Corporation), com algumas modificações nas partes dianteira e traseira, feitas ao gosto dos brasileiros pelos engenheiros da GM.

Em 1975 junto do lançamento da famosa perua Caravan, a GM lançava também o Opala Comodoro, uma nova versão de luxo, que vinha para substituir a Gran Luxo. Com um interior luxuoso, o Comodoro usava apliques de Jacarandá no seu interior - nos modelos clássicos -, meio teto com vinil – para o coupe – e um filete cromado na linha da cintura do modelo.

Em 1980, a versão Comodoro, seria tratada como versão intermediária ate basicamente o final de vida do Opala e Caravan. Foi nessa mesma época que o Opala ganhava mais uma profunda reestilização. Com formas mais retangulares, o modelo trazia uma nova cara para o já conhecido e clássico visual do modelo.

Outros veículos sugeridos: